skip to Main Content
(+351) 933 371 926 geral@osenhordobanco.pt

É possível obter Crédito para Obras?

É Possível Obter Crédito Para Obras?

Há imenso tempo que estamos a ver os preços das casas a subir, para alguns pode ser impraticável comprar ou financiar uma casa totalmente remodelada e ainda na localização preferida. Dessa forma, muitos estão a optar por comprar casas nas localidades desejadas, mais antigas, porém com o intuito de remodelar e a deixar a seu gosto. A questão que se coloca é: “é possível obter crédito para o financiamento do imóvel e mais obras?” Além dessa questão, é possível também financiar remodelações em imóveis já comprados? Se você tem alguma destas dúvidas, este artigo é para si!

Para responder de imediato: sim, é possível ter crédito para as duas opções! Ou seja, você pode comprar uma casa que necessita de obras e solicitar o crédito para a compra do imóvel e também para as obras, como também é possível obter um crédito para remodelação em uma casa que já é sua, devendo ainda algum valor do crédito habitação, ou estando já completamente paga.

Vamos analisar primeiro o crédito habitação + obras, aquele que você vai fazer quando encontra a casa na localização dos seus sonhos, mas que está muito desatualizada ou mesmo inabitável e que você vai precisar do financiamento para a compra do imóvel e ainda para fazer obras. O facto de também trabalharmos com mediação imobiliária, permite-nos acompanhar o mercado e perceber que um imóvel a necessitar de obras é na maioria das vezes o melhor investimento. Mas importa esclarecer que serão dois empréstimos separados, o que que significa que terá mais custos processuais e de escritura. 

O crédito para obras funciona da seguinte forma, antes mesmo de pedir o empréstimo para a remodelação é preciso ter um orçamento detalhado e precificado das melhorias que serão feitas, ou seja, se vai remodelar a cozinha e com isso vai colocar uma bancada de granito, tem de ter isto bem especificado no seu orçamento. É extremamente importante que o orçamento apresentado seja definitivo e reflita exatamente as modificações que vai fazer na casa pois o banco não vai emprestar o montante de uma única vez, eles vão libertar uma percentagem inicial para começar a obra (depende de Banco para Banco, mas pode não ser libertado nenhum valor) e à medida que são efetuadas vistorias, (que têm um encargo pago por si), para que seja validado se as obras estão de acordo com o orçamento apresentado e a percentagem da obra realizada e só assim será disponibilizado o resto do dinheiro à medida que a obra avança. Essa informação é muito importante pois pode afetar o seu fluxo de caixa se não souber gerir esse andamento. Aqui o nosso conselho é reduzir ao máximo o número de vistorias do banco, para diminuir os custos totais o que implica muitas vezes negociar com o construtor para avançar um pouco mais com a obra, antes de lhe voltar a pedir mais dinheiro. 

Importa ainda informar que nestes cenários, o avaliador irá avaliar o imóvel considerando não só o estado atual, mas também a avaliação com a obra concluída, o que por vezes pode ser uma boa noticia para quem apenas o valor mínimo (10%) para a entrada. 

E se a sua intenção for remodelar uma casa que já é sua também é possível pedir um empréstimo para tal. Caso ainda esteja a pagar o seu imóvel é recomendado que vá direto ao banco em que tem a casa financiada, pois eles estarão mais aptos a seguir com a aprovação. Como o banco calcula o quanto de empréstimo ainda posso ter? 

É simples, se um cliente fictício chamado João, possui uma habitação no valor de 100 mil euros e ainda tiver 60 mil euros em dívida, se o banco conceder empréstimos de até 80% da avaliação, ou seja, até 80 mil euros, o João ainda poderia ter um empréstimo de 20 mil euros. 

A opção pelo mesmo Banco, é porque dificilmente outro Banco vos vão emprestar dinheiro com a garantia de um imóvel, que já tem uma hipoteca noutra Banco, pelo que nestas ocasiões, ficamos um pouco limitados e temos de recorrer ao nosso Banco, ou em alternativa, ponderar a transferência do Crédito habitação e pedir o crédito para obras no Banco que irá receber o crédito. 

A contratação de um segundo empréstimo, não deverá significar alterações ao contrato existente, mas nos casos em que existem spreads mais baixos, o Banco poderá tentar usar esta operação para lhe propor um aumento desse spread, pelo que deverão ter isso em atenção.  

Se já não existir crédito habitação, ou seja, já estiver paga por completo, pode sempre pesquisar em diferentes bancos e optar pelas melhores condições apresentadas, tanto a respeito de taxas, quanto a propósito dos encargos do crédito. Um financiamento para remodelação com a garantia hipotecária terá taxas no longo prazo mais baratas, entretanto o processo é idêntico a um crédito habitação, exigindo os mesmos procedimentos, comissões e prazos de pagamento. Por isso e a depender do montante necessário para a sua obra, é importante perceber o custo global do crédito. Em alguns casos, em que se precisa de menos de 10 mil euros para se remodelar o imóvel, pode não valer a pena passar por todo esse processo da aprovação do crédito e nem mesmo encarar os encargos associados, nesses casos pode fazer sentido recorrer mesmo a um crédito pessoal, o que não invalidada que como em tudo, cada caso deve ser analisado como único e feitas as respetivas contas. Em qualquer um dos casos é recomendado fazer todas as simulações possíveis e comparar o custo global dos créditos para só depois tomar a decisão que faça mais sentido para si e para o seu bolso.

Em resumo, o nosso conselho, para tomar esta decisão de forma fundamentada, é procurar o máximo de informações sobre as condições apresentadas pelos bancos, comparar o maior número de bancos possíveis, mas também validar sobre as implicações burocráticas, desde os documentos pedidos pelos bancos até às licenças obrigatórias para a realização da obra. Somente após estar ciente e seguro de tudo o que implicará este financiamento deve seguir com a contratação do crédito e com as obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *